Saúde das Mulheres

Inspirado pela experiência feminista internacional, o método utilizado é o da crítica ao modelo médico clássico da ginecologia-obstetrícia. Nosso modelo vem propondo uma ‘medicina suave’ – dos tratamentos naturais e menos agressivos – e de preocupação com o conhecimento do corpo como um dos elementos centrais para a saúde. A mulher/usuária é percebida como um indivíduo, o sujeito da ação de saúde, capaz de entender, decidir e cuidar do próprio corpo e da própria vida.

Atendimentos realizado por médica Ginecologista, Médicas da Familia e Comunidade e Obstetrizes:

Atendimento em ginecologia e obstetrícia

Atendimento Pré-natal

Consultoria em amamentação

Acolhimento de Gravidez indesejada

Orientação de métodos contraceptivos

Preparação e planejamento para o parto domiciliar

Cartilha: Uma conversa com profissionais da saúde e do direito sobre os direitos das mulheres no parto.

Esta cartilha foi pensada para todo(as) profissionais que queiram saber sobre os direitos das mulheres na assistência ao parto, em especial médicos(as), enfermeiros(as), obstetrizes, técnicos(as) de enfermagem e também advogados(as) que atualmente trabalham com o tema da violência obstétrica.